Tudo o que você precisa saber sobre ESG e agronegócio

Nos últimos anos, esse novo modelo de governança sustentável ganhou destaque devido a mudança dos hábitos de consumo e com a conscientização das pessoas sobre os impactos ambientais gerados pelos negócios. Por isso, essa sigla está em todos os lugares, o ESG é focado nos princípios ambientais, sociais e corporativos.

O ESG é uma série de práticas focada na defesa de recursos naturais, além de possuir valores que colaboram com os objetivos sociais, levando em consideração os impactos positivos que a empresa gera para o ambiente à sua volta, obtendo bons resultados tanto para preservação do meio ambiente quanto para o negócio.

O ESG está assumindo uma importância ainda maior, por destacar o papel das empresas e suas responsabilidades, junto com seus recursos, a fim de realizar ações climáticas positivas, construir um futuro mais sustentável e resiliente para as próximas gerações.

O ESG e o agronegócio: Como esse método pode ser aplicado?

Com o crescimento do agronegócio e o destaque que ganhou nos últimos anos, tornando-se um dos maiores mercados do país, responsável por 27,4% do PIB brasileiro em 2021 e com previsão de crescimento para 2022. O agronegócio, pode ser um dos maiores aliados do meio ambiente e das práticas ESG, desde que adote boas práticas e soluções precisas.

Utilizar o meio ambiente como um ativo, pode tornar-se um grande aliado para o desenvolvimento de boas práticas no agronegócio, o mercado internacional, tem priorizado produtos que possuem selo verde e são livres de agrotóxicos, possuindo uma vantagem por participarem de programas ou projetos sustentáveis.

Um dos pilares do ESG também é a transparência do negócio, por isso, possuir uma boa prática e ética corporativa, ganha a confiança de investidores e apresenta um grande diferencial competitivo: boas relações com parceiros e fornecedores, que fazem com que o negócio obtenha melhores resultados.

Apoiar e incentivar a comunidade local mostra que o negócio possui uma boa influência, desenvolvendo a mão de obra especializada e garantindo saúde e segurança para os colaboradores, são alguns exemplos do âmbito social do ESG.

Outro fator que também se desenvolve com as práticas ESG é o de tecnologia e inovação, visto que por meio deles é possível produzir mais, sem gerar grandes impactos ao meio ambiente. Também são ferramentas que atendem o agronegócio com soluções ágeis, suprindo a necessidade do negócio. Sendo assim, é sempre bom manter a tecnologia a seu favor, como a oferecida pela Terram, para gerar soluções e alternativas sustentáveis e precisas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *